EMBALAGENS ATIVAS ANTIMICROBIANAS COMO MEDIDA DE PROTEÇÃO CONTRA COVID-19: UMA PESQUISA COM CONSUMIDORES

Resumo: A pandemia de COVID-19 causou alterações no estilo de vida em âmbito global. Mudanças nos hábitos alimentares da população também foram verificadas. Considerando a insegurança dos consumidores em relação ao risco de contaminação com coronavírus via alimentos ou embalagens de alimentos, o presente trabalho propôs investigar se os consumidores brasileiros têm conhecimento sobre a existência de embalagens antimicrobianas e como eles percebem a aplicação dessa tecnologia no contexto da pandemia de COVID-19. Foi realizada uma pesquisa on-line com 288 consumidores, entre novembro de 2021 e março de 2022. O questionário consistia em seis questões sociodemográficas e doze questões específicas sobre embalagens ativas antimicrobianas e COVID-19. Os respondentes foram majoritariamente da região Sudeste (91,7%), do gênero feminino (62%), com idade entre 18 e 24 anos (36,5%). Preço, data de validade, marca e segurança microbiológicas foram considerados os quatro fatores mais relevantes na hora da compra de produtos alimentícios. Cerca de 51,7% dos participantes informaram terem medo de se contaminarem com COVID-19 por meio de alimentos/embalagens, e 52% afirmou que a rotina mudou durante a pandemia, independentemente do início da vacinação. Apesar de 44% dos indivíduos não conhecerem embalagens ativas antimicrobianas, 85% responderam que se sentiriam mais seguros consumindo produtos com essa tecnologia. Além disso, 61,1% disseram que estariam dispostos a pagar a mais pelo produto com essa embalagem. Os resultados indicam que os consumidores percebem as embalagens antimicrobianas como uma ferramenta de proteção contra COVID-19 e existe interesse em utilizar produtos com essa tecnologia.

Autores: Marcela Mattos e Fontes; Clara Suprani Marques; Taíla Veloso de Oliveira; Nilda de Fátima Ferreira Soares

Consultar afiliações no livro

DOI: 10.53934/9786599539695-10

ISBN: 978-65-995396-9-5

Capítulo do livro: Ciência e Tecnologia de Alimentos: Pesquisas e Avanços, Vol. 3

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!