PRODUÇÃO DE CERVEJAS SEM GLÚTEN: UMA REVISÃO

Resumo: O presente estudo buscou revisar sobre a produção de cervejas sem glúten e como as pesquisas têm buscado soluções tecnológicas de processos mecânicos, químicos e bioquímicos para a produção de cerveja com baixo teor de glúten ou sem glúten, bem como alternativas na utilização dos insumos normalmente utilizados, como a cevada, o trigo, a aveia e o centeio, combinados ou não com o milho, o arroz ou outros cereais não-maltados, por grãos já conhecidos na produção de alimentos que não contem glúten e que podem ser utilizados na produção da cerveja sem glúten, como o sorgo, a quinoa, o amaranto, o teff e, quando utilizado sozinho, o arroz, para a população que sofre com a condição da doença celíaca, hipersensibilidade ao glúten, outras alergias e, também, pessoas que buscam um estilo de vida saudável. Ainda, o presente trabalho realizou uma breve análise das características mercadológicas das cervejas especiais, neste caso, daquelas que são produzidas para a população celíaca, visando entender a sua viabilidade e crescimento nos próximos anos.

Autores:   Dhiuliene Martins Ferreira1; Vânia Silva Carvalho2

Consultar afiliações no livro

DOI: doi.org/10.53934/9786599539657-67

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!