AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DE FRUTOS DE ARAÇÁ (Psidium cattleianum): UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Resumo: No estado de Santa Catarina observa-se a existência de uma grande variedade de frutas nativas, dentre elas o araçá (Psidium cattleyanum). No Brasil são conhecidas duas cultivares, uma de película amarela e outra de cor roxo-avermelhada, ambas utilizadas para o consumo in natura e processamento. Avaliações de sua composição físico-química tornam-se interessantes visando o seu melhor aproveitamento. Sendo assim, visando conhecer as características físico-químicas do araçá in natura, este trabalho teve como objetivo realizar uma revisão bibliográfica sobre os principais artigos que abordam sobre este tema. Dentre as avaliações físico-químicas foram priorizadas as análises de açúcares, pH, acidez, vitamina C e composição centesimal. Após levantamento foi possível selecionar um total de quatro artigos e alguns resultados demonstraram que os frutos apresentam variabilidade em sua composição. Desta forma, espera-se que mais avaliações sejam realizadas com o intuito de ampliar os bancos de dados e assim, conhecer melhor as nossas frutas nativas e aproveitá-las de maneira correta.

Autores: Natiele Correia Veloso1; Ana Letícia Andrade Ferreira2; Mateus Figueredo Pires3; Michelle Barbosa Rodrigues4; Mariele Correia Lucrecio5; Ana Paula de Lima Veeck6; Roberto Akitoshi Komatsu7

Consultar afiliações no livro

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539657-112

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta