ELABORAÇÃO DE IOGURTE ADICIONADO DE GELEIA DE MARACUJÁ

Resumo: A boa aceitabilidade no consumo de derivados lácteos tem levado a indústria de alimentos a desenvolver diferentes sabores de produtos considerados tradicionais, com a finalidade de ampliar as opções de consumo. Esse trabalho teve como objetivo desenvolver formulações de iogurte adicionados de geleia de maracujá, e avaliar as suas características sensoriais. Os iogurtes foram preparados com cultura láctica termofílica de Streptococcus salivarius sub sp. thermophilus e Lactobacillus delbrueckii sub sp. Bulgaricus, e as a geleia de maracujá tipo extra, preparada com 50% de fruto e 50% de açúcar. Os iogurtes foram adicionados de 10, 15, 20 e 25% de geleia de maracujá e submetidos a avaliação sensorial quanto aos parâmetros de cor, sabor, aroma, aparência e intenção de compra. Os resultados demonstraram maior aceitação dos iogurtes quanto aos parâmetros de cor, aparência e sabor para as formulações contendo 10 e 15% de geleia de maracujá, enquanto o aroma não foi influenciado pela adição da geleia. Os resultados da intenção de compra confirmaram a preferência para as amostras contendo 10 e 15% de geleia, as quais foram classificadas como provavelmente compraria, o que sugere uma alternativa de consumo e comercialização de iogurte com um novo sabor no mercado.

Autores: Deise Souza de Castro1; Matheus Sabino Costa de Araújo2; Dalmo Marcello de Brito Primo1, Janaina Mendonça Soares1; Bruno Adelino de Melo3; Patrícia Maria de Araújo Gomes1; Luana de Fatima Damasceno dos Santos1

Consultar afiliações no livro

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539657-96

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta