OTIMIZAÇÃO DO SISTEMA CROMATOGRÁFICO PARA DETERMINAÇÃO DE AMINOÁCIDOS

Resumo:

O estudo das condições cromatográficas é muito importante para assegurar a estabilidade térmica dos analitos, bem como a sua transferência eficiente e seletividade. Nesse sentido, dentre as principais variáveis para análise de aminoácidos em alimentos pode-se considerar a temperatura do injetor e a programação do forno da coluna. Portanto, este trabalho teve como objetivo otimizar um método para determinação de 21 aminoácidos empregando GC-MS. Foram estudadas as temperaturas do injetor (260, 285 e 300 °C) para avaliar a introdução dos analitos e quatro programações de temperatura para o forno da coluna visando a seletividade do método. Conforme o estudo, a temperatura do injetor mais adequada foi a 300 °C, a qual apresentou maior sinal analítico para boa parte dos analitos. Por outro lado, a melhor separação deles foi obtida empregando a programação de temperatura 2 com um tempo total de corrida de 29,5 min.

Autores: Verônica Bueno Ribas1 Kassandra Fontoura da Silva2 Betânia Nascimento dos Santos3 João Pedro da Silva Cunha4 Roger Wagner5 Graciela Salete Centenaro6 Valcenir Júnior Mendes Furlan7

Consultar afiliações no livro

DOI: doi.org/10.53934/9786599539657-79

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!