PRODUÇÃO DE LIPOSSOMAS ALIMENTÍCIOS UTILIZANDO A TÉCNICA DE INJEÇÃO DE ETANOL

Resumo:

Os lipossomas são vesículas nanométricas constituídas por fosfolipídios, que possuem como característica principal a capacidade de promover o encapsulamento de compostos tanto hidrofóbicos quanto hidrofílicos, uma vez que, internamente, possuem dois compartimentos internos – um de natureza apolar e outro polar. Os lipossomas podem variar conforme as diferentes técnicas que podem ser utilizadas para sua obtenção, assim como, pela concentração do fosfolipídio empregado durante o seu preparo. No trabalho em questão, foi aplicada a técnica de injeção de etanol estudando o efeito da variação da concentração de lecitinas de soja na fase etanólica (100 mM, 150 mM e 200 mM) para três diferentes lecitinas de soja (S45, S75 e S100). Os lipossomas obtidos foram caracterizados quanto ao seu diâmetro hidrodinâmico médio (DH), potencial-ζ, e índice de polidispersidade (IPd). A maior concentração de lecitina de soja na fase etanólica (200 mM) e a maior pureza (S100) resultaram em lipossomas com maior DH, variando de 221,0±13,3 nm (Lipoid S45), 399,7±23,9 nm (Lipoid S75) e 720,1±105,0 (Lipoid S100). A concentração da fase etanólica influenciou o IPd (0,146±0,06a 0,498±0,01), exceto para a lecitina S45. Os lipossomas com maior estabilidade eletrostática foram obtidos utilizando as lecitinas S45 (200 mM) e S75 (150 e 200 mM), e com maior potencial de agregação utilizando lecitina S100 em todas as concentrações. Portando, foi possível analisar o efeito da concentração no DH, potencial-ζ e IPd dos lipossomas para todas as concentrações de lecitina testadas.

Autores:   Matheus da Silva Mourão1; Mariana Vilar Castro da Veiga de Mattos2; Mariano Michelon3; Janaína Fernandes de Medeiros Burkert4

Consultar afiliações no livro

DOI: doi.org/10.53934/9786599539657-69

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta