Back

Estudo mostra as propriedades bioativas de peptídeos em hidrolisados de proteína de soja

A soja é uma leguminosa que desempenha um papel vital na economia global. Além de fornecer proteínas para milhões de pessoas, também é utilizada como ingrediente em centenas de produtos. Os estudos realizados sobre as bioatividades de peptídeos da soja têm identificado suas ações antioxidantes, antitumorais, anti-hipertensivas e antidiabéticas, o que mostra seu valor nutricional e as vantagens para a saúde humana.

Alimentos ricos em proteínas, como a soja, podem exercer atividades biológicas importantes no corpo. Quando administrados oralmente como parte da dieta, os peptídeos bioativos podem afetar vários sistemas do corpo, incluindo o cardiovascular, o imunológico e o sistema digestivo. É importante destacar que uma dieta equilibrada, incluindo alimentos ricos em proteínas, pode trazer benefícios significativos para a saúde humana a longo prazo.

Os autores TC Farias et. al. são responsáveis por um estudo intitulado “Bioactive properties of peptide fractions from Brazilian soy protein hydrolysates: In silico evaluation and experimental evidence”. Eles são de um grupo de pesquisa localizado no Laboratório de Biotecnologia, Centro de Bioquímica Nutricional, Programa de Pós-Graduação em Alimentos e Nutrição, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO.

O hidrolisado protéico de soja produzido no trabalho, pode ser usado como ingrediente na conservação de produtos cárneos, com o objetivo de retardar o pico glicêmico provocado pela hidrólise dos hidratos de carbono ingeridos e reduzindo a digestão/absorção de lipídios consumidos na dieta. Além disso, a fração de alta massa molecular mostrou ser capaz de inibir a ação da α-glicosidase e da lipase pancreática, permitindo sua aplicação múltipla.

Para finalizar foi possível produzir o hidrolisado de proteína de soja a partir da papaína. como resultado o fracionamento molecular mostrou ser importante para detectar a atividade antioxidante, mas não para a inibição de enzimas. A fração de alta massa molecular demonstrou capacidade de retardar a oxidação lipídica e inibir a ação de enzimas glicosidases e lipases. Isso permitiria a aplicação deste ingrediente na conservação de produtos cárneos e redução do pico glicêmico e da digestão de lipídios.

“Convidamos nossos leitores a explorarem ainda mais o nosso blog, acessando nossos conteúdos técnicos e atualizados sobre segurança alimentar e tecnologias relacionadas.”

Referência: Farias, T. C., Abreu, J. P., Oliveira, J. P. S., Macedo, A. F., Rodríguez-Vega, A., Tonin, A. P., … & Koblitz, M. G. B. (2023). Bioactive properties of peptide fractions from Brazilian soy protein hydrolysates: In silico evaluation and experimental evidence. Food Hydrocolloids for Health3, 100112. https://doi.org/10.1016/j.fhfh.2022.100112

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Leave A Reply