STAPHYLOCOCCUS COAGULASE POSITIVA: PERFIL DE SENSIBILIDADE E FORMAÇÃO DE BIOFILME DE ISOLADOS ORIUNDOS DO PROCESSO DE ORDENHA

Resumo: Staphylococcus coagulase positiva é causador de toxinfecções alimentares e, também, é o principal gênero causador de mastite bovina, podendo ser veiculado ao leite e produtos lácteos, trazendo riscos aos consumidores. O objetivo deste trabalho foi identificar o perfil de sensibilidade, observar a formação de biofilme de cepas de Staphylococcus coagulase positiva isoladas de ambiente de ordenha frente à meticilina; determinar a concentração inibitória mínima (CIM) e a concentração bactericida mínima (CBM) dos sanitizantes utilizados na ordenha e verificar a eficiência desses mesmos produtos durante o tempo de ação determinado. Os sanitizantes utilizados foram: ácido lático (8%), dióxido de cloro (7%), hipoclorito de sódio (8%) e iodo (2%). Os isolados foram obtidos durante o processo de ordenha de 12 propriedades, e os identificados como Staphylococcus coagulase positiva foram mantidos em estoque e submetidos aos testes posteriores. De 48 isolados testados, 56,25% apresentaram resistência à meticilina; 89,58% foram classificados como formadores de biofilmes; para a determinação de CIM e CBM foram encontrados valores variáveis, sendo o iodo, o sanitizante mais eficiente; na verificação do tempo de ação dos sanitizantes, nenhum deles foi eficiente na CBM durante 30 segundos de contato. O iodo é o sanitizante mais eficiente contra os isolados testados. Ainda não foi possível encontrar concentrações menores de sanitizantes para o tempo de ação do pré-dipping. A presença de isolados com características de resistência e formação de biofilme necessita de cuidados e aplicação de boas práticas para sua eliminação, visto o risco que apresentam a nível de saúde pública.

Autores: Juliana Carolina Siebel1; Jéssica Dal Vesco1; Juliana Fernandes Rosa2; Patrícia da Silva Nascente3; Natacha Deboni Cereser4; Fernanda de Rezende Pinto4; Helenice Gonzalez de Lima4

Consultar afiliações no livro

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539657-86

Capítulo do livro:

PESQUISAS E ATUALIZAÇÕES EM CIÊNCIA DOS ALIMENTOS

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta