PROTOCOLO DE DESINFESTAÇÃO PARA ESTABELECIMENTO IN VITRO DE GÉRBERAS

Resumo: A gérbera (Gerbera jamesonii Bolus Ex. Hook), pertencente à família Asteraceae, é considerada uma das flores de corte mais populares do mundo, devido a diversidade de cores e formas das flores. O método de propagação vegetativa in vivo é feito pelo uso de estacas de rizoma, no entanto, a multiplicação por meio deste método é muito lenta para ser comercialmente viável. A propagação vegetativa in vitro é comumente usada para obtenção de novas mudas de forma mais rápida e larga escala. Um protocolo de micropropagação é composto pelas fases de estabelecimento, multiplicação, enraizamento e aclimatização. O objetivo deste trabalho foi estabelecer um protocolo de desinfestação para estabelecimento in vitro de gérberas. 14 genótipos de gérberas pertencentes ao banco de germoplasma da UFRRJ foram estabelecidos in vitro utilizando folhas com pecíolo como explante inicial. Houve a perda de sete genótipos por contaminação na fase de estabelecimento in vitro e sete apresentaram resposta morfogênica.

Autores: Tarcisio Rangel do Couto; João Sebastião de Paula Araujo

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-28

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!