Back
31ago, 2023

EXTRAÇÃO E RECUPERAÇÃO DE COMPOSTOS BIOATIVOS           DA Stachys byzantina (peixinho da horta)

O presente estudo teve como objetivo a extração de compostos bioativos utilizando banho  ultrassônico, avaliando-se a recuperação de compostos bioativos da Stachys byzantina, a peixinho da horta – uma PANC (planta alimentícia não convencional) – com dois tipos de solventes eutéticos profundos naturais (NADES) a base de ácido lático, incluindo cloreto de colina e l-prolina, acrescidos de 50% de água para diminuição da densidade. A extração foi realizada por banho ultrassônico e os tempos de extração utilizados foram 5, 10 e 15 min.  Após a extração, foram aplicados métodos para determinação de compostos bioativos, a partir de curvas padrão, a fim de obter a quantidade de flavonoides recuperados na extração por meio do método utilizando o reagente Folin-couteau, e a atividade antioxidante pelas metodologias FRAP e DPPH. Ambos os solventes eutéticos destacaram-se na extração de compostos bioativos. Entretanto, a combinação de cloreto de colina + ácido levulínico, no tempo de 10 min, trouxe melhores resultados quanto à atividade antioxidante e quantidade de flavonoides extraídos (0,34±0,05 mg Equivalente de Quercetina (EQ).g-1 para flavonoides e 0,44±0,01µmol Equivalente de Trolox (ET).g-1 e 0,43±0,00 ET.g-1 para determinação da atividade antioxidante pelos métodos FRAP e DPPH, respectivamente). A S. byzantina mostrou-se uma excelente fonte de antioxidantes, mostrando-se promissora a sua aplicação em alimentos a longo prazo. Os NADES utilizados neste estudo mostraram-se eficientes na extração de bioativos, apresentando resultados semelhantes a extrações com metanol, quando comparado com outros autores. 

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!