USO DE PROBIÓTICOS NA PRODUÇÃO DE SUÍNOS: REVISÃO

Resumo: Uma microbiota equilibrada é indispensável para um intestino saudável, e consequentemente, para a melhor absorção dos nutrientes advindos da dieta. Diferente dos antibióticos, que não são seletivos e atingem tanto as bactérias patogênicas como as bactérias benéficas, os probióticos são microrganismos vivos que promovem um aumento da concentração de bactérias benéficas em detrimento das patogênicas. Eles são utilizados como modificadores nutricionais e fonte de abastecimento da microbiota intestinal, atuando na recuperação do sistema imunológico dos animais e conferindo melhor desempenho de produção. Além disso, atuam tanto na redução de toxinas quanto na redução de diarreia em leitões pós-desmamados, beneficiando o crescimento dos suínos. Portanto, a utilização de probióticos se faz presente como um possível substituto da utilização de antibióticos compensando eventuais malefícios que estes tenham causado ao longo de sua utilização, apoiando desta forma, a produção de suínos de forma lucrativa e sustentável. Nesta revisão, microrganismos probióticos e produtos comerciais utilizados na nutrição de suínos são discutidos, visando fornecer um conhecimento atualizado e abrangente para nutricionistas e produtores de suínos.

Autores: Caroline Romeiro de Oliveira; Alexandre Bonadiman Mariani; Camila Lopes Carvalho; Gabriela Miotto Galli; Ines Andretta

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-71

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!