TERMOGÊNICOS UTILIZADOS NA NUTRIÇÃO DE AVES

Resumo: A produção de frangos de corte, galinhas poedeiras e codornas japonesas é a cadeia produtiva que mais cresce no Brasil. Entretanto, frequentemente é desafiada por doenças entéricas que diminuem a produtividade, bem como o estresse térmico que reduze a produção de ovos e o desempenho produtivo. A pimenta vermelha (Capsicum annum L), canela (Cinnamomum spp), gengibre (Zingiber officinale) e o alho (Allium sativum) são aditivos fitogênicos que apresentam características termogênicas capazes de beneficiar o organismo das aves, por possuírem atividade antibiótica, anti-inflamatória, anti-oxidante, anti-helmíntica e anticoccidiana. Entre os principais princípios ativos (dos aditivos termogênicos) estão: a capsaicina (pimenta vermelha), cinamaldeído (canela), gingerol (gengibre) e dissulfeto de dialila e trissulfeto de dialila (alho). Os compostos bioativos dos aditivos possuem ações semelhantes no organismo das aves, como a redução dos níveis de LDL e aumento de HDL, além de estimularem a secreção de enzimas endógenas digestivas, melhorarem a conversão alimentar e aumentarem o ganho de peso. Os princípios ativos possuem eficácia quanto a prevenção da enterite necrótica e coccidiose devido sua ação antibiótica e anticoccidiana sobre o Clostridium perfringens e Eimeria, respectivamente. Também pode ser utilizado como alternativa à substituição do antibiótico promotor de crescimento e aditivos coccidiostáticos. Os aditivos fitogênicos termogênicos amenizam e previnem, respectivamente, os danos causados pelo estresse térmico e pela patogenia provocada no trato gastrointestinal das aves, além de melhorar a conversão e eficiência alimentar. Esta revisão analisa as informações científicas disponíveis sobre aditivos termogênicos e os benefícios sob a saúde e desempenho das aves na literatura vigente.

Autores: Lídia Caroline Ferreira Cruz; Stéfane Alves Sampaio; Nadya Gabrielly Dias da Silva; Julia Marixara Sousa da Silva; Herman Leonardo Lopes Maia Júnior; Fabiana Ramos dos Santos; Cibele Silva Minafra

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-69

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta