MELHORAMENTO GENÉTICO DE PEIXES NO BRASIL: UMA REVISÃO

Resumo: O aumento da demanda mundial por carne de peixe implica em melhoramento de novas espécies para atender ao crescente mercado. Brasil possui um grande potencial para o desenvolvimento do setor aquícola, por apresentar condições favoráveis, tais como clima favorável e água em grande quantidade, favorecendo assim, o crescimento da aquicultura no país. Entretanto, poucos animais explorados comercialmente são geneticamente melhorados. Para contribuir com este crescimento da demanda por peixes, os programas de melhoramento genético de peixes tornam-se uma alternativa para melhorar a produtividade. Programas de melhoramento eficientes podem contribuir consideravelmente para o desenvolvimento da piscicultura por reduzir os custos de produção, melhorar a resistência dos organismos cultivados a doenças, melhorar o aproveitamento alimentar e a qualidade dos produtos. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo realizar uma revisão de programas de melhoramento genético de tilápia e espécies nativas no Brasil.

Autores: Diana Carla Fernandes Oliveira; Pedro Massahiro de Matos Murata; Francielly Corrêa Albergaria; Jeferson Gomes Clementino; Anderson Henrique Venâncio; Maria Emília de Sousa Gomes; Rilke Tadeu Fonseca de Freitas

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-41

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta