ESTÁDIOS DE MATURAÇÃO E ARMAZENAMENTO NA GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE CRAMBE

Resumo: Com o estímulo à produção e ao uso de biodiesel, o crambe representa uma das melhores opções para o fornecimento de matéria-prima para o setor, uma vez que contém valores expressivos de óleo em suas sementes. Entretanto, há carência de informações quanto a produção de sementes de qualidade. Objetivou-se avaliar o efeito de estádios de maturação e períodos de armazenamento na germinação de sementes de crambe, cultivar FMS Brilhante. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema fatorial 5 x 4. Os tratamentos constaram de cinco estádios de maturação dos frutos na colheita (plantas com 20, 40, 60, 80 e 100% de frutos marrons) e quatro períodos de armazenamento (0, 4, 8 e 12 meses). Após a colheita, as sementes foram limpas e, em seguida, submetidas à secagem artificial a 30 °C, até atingirem 10% de teor de água. As sementes foram acondicionadas em embalagem de papel e armazenadas, durante 12 meses, em sala climatizada. No início do armazenamento e após 4, 8 e 12 meses, as sementes foram avaliadas quanto à germinação. Sementes oriundas de plantas com 20, 40, 60 e 100% de frutos marrons apresentaram baixo poder germinativo logo após a colheita. Sementes de crambe, cultivar FMS Brilhante, apresentam melhor germinação quando colhidas de plantas com 80% de frutos marrons. As sementes apresentaram dormência pós-colheita, sendo quebrada durante o armazenamento. A qualidade das sementes decresce após oito meses de armazenamento.

Autores: Hugo Tiago Ribeiro Amaro; Eduardo Fontes Araujo; Roberto Fontes Araujo; Andréia Márcia Santos de Souza David; Luiz Antônio dos Santos Dias; Fabrício Welington Souza Silva; Josiane Cantuária Figueiredo

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-21

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta