PEPTÍDEOS BIOATIVOS: OBTENÇÃO E PROPRIEDADES BIOLÓGICAS

Resumo: A crescente procura por uma alimentação mais saudável por parte dos consumidores têm estimulado a produção de estudos para a identificação de compostos que sejam nutricionalmente benéficos à saúde. Nessa perspectiva, surgem os peptídeos bioativos. Esses compostos podem ser derivados de proteínas vegetais e animais e apresentam grande interesse industrial devido às propriedades biológicas, como atividade antioxidante, anti-hipertensiva, antimicrobiana, antidiabética, dentre outras. Os peptídeos bioativos podem ser obtidos a partir de síntese química, fermentação ou hidrólise enzimática, sendo essa última a mais utilizada. A hidrólise enzimática é um processo que utiliza enzimas para gerar peptídeos de diversos tamanhos e composição a partir da proteína nativa. No setor de alimentos, torna-se atrativa a procura por peptídeos bioativos, pois eles agregam valor nutricional e podem ser utilizados para promoção da saúde dos consumidores. Sendo assim, esta revisão tem como objetivo identificar as diferentes fontes de peptídeos bioativos, bem como suas principais propriedades biológicas.

Autores: Jeferson Silva Cunha; Arthur Pompilio da Capela; Alécia Daila Barros Guimarães; Isabela Soares Magalhães; Letícia Bruni de Souza; Lorena Soares Xavier; Bruno Ricardo de Castro Leite Júnior

DOI: https://doi.org/10.53934/9786599539633-116

Capítulo do livro:

Produção Animal e Vegetal: Inovações e Atualidades

Fundada em 2020, a Agron tem como missão ajudar profissionais a terem experiências imersivas em ciência e tecnologia dos alimentos por meio de cursos e eventos, além das barreiras geográficas e sociais.

Deixe uma resposta

//
//
Jaelyson Max
Atendimento Agron

Me envie sua dúvida ou problema, estou aqui para te ajudar!

Atendimento 100% humanizado!